Images

Fim de semana à moda antiga: Fátima, Futebol e Fado.

Foi um fim de semana à moda antiga cá pelo burgo, houve Fátima, Futebol e Fado.

Fátima: Quanto a Fátima, independentemente dos credos de cada um, é sempre um grande evento a vinda do Papa a Portugal, sobretudo quando o Papa em questão é o actual Papa Francisco, uma pessoa consensual e do povo. 
Foi tudo muito bonito, o Papa Francisco deixou mensagens de paz e todos saíram do Santuário em paz de espírito... mas... durou pouco... porque quando chegou a hora de ir embora, houve caos no terminal rodoviário local... pânico, empurrões e foi mesmo necessária a intervenção da GNR para acalmar os ânimos. E lá se foi toda a união entre todos e a paz de espírito, foi o regresso à normalidade portanto.

Futebol: Quanto ao futebol, houve festa em Oliveira de Azeméis com a subida da UD Oliveirense à segunda liga, um ano após a sua despromoção. Parabéns União Desportiva Oliveirense.


Fado: Não foi bem Fado, foi o Festival da Eurovisão. Um evento que há anos conseguia parar o país, mas, convenhamos que ultimamente o povo português tinha andado desligado do Festival... pudera... as prestações eram horríveis e ficávamos quase sempre pelos últimos lugares! Imagine-se, tal como no Europeu de Futebol do ano passado, o inimaginável aconteceu mesmo... ganhamos aquilo!!! Aliás, fico na dúvida sobre qual o feito era mais difícil de atingir! O Salvador Sobral venceu aquilo!!! 
Gostemos ou não da música... acho que todos os portugueses vibraram com todos os 12 pontos que Portugal ia recebendo! Eu vibrei. 
Mas no Festival aconteceu um episódio muito caricato, que só não teve mais impacto cá pelo burgo porque o menino Salvador ganhou aquilo e ofuscou essa situação! Pois, durante a actuação da Jamala, vencedora da edição passada, um jovem invadiu o palco com a bandeira australiana, baixou as calças e mostrou o rabo! Fantástico! Coisas a reter, uma bandeira da Austrália na EUROvisão... e um rabo!!
Para mim este teria sido o momento mais alto do Festival da Eurovisão da Canção 2017, não fosse o menino Salvador ter-se lembrado de ganhar aquilo!!! Porquê Salvador, porquê?

Images

E vira-se um francês para um Português e pergunta: "...e nem Português fala ainda?"

Pois bem, vi esta semana pela internet espalhada esta autêntica pérola que aconteceu na televisão lá para as Terras de Vera Cruz.

Na versão brasileira do famoso programa de culinária Masterchef, está um concorrente Português chamado Nuno Codeço, a viver em São Paulo há já cinco anos. Até acho bem, mostrar um pouco da culinária nacional na América do Sul.

Até aqui, tudo normal... mas a situação fica um pouco estranha quando, na emissão do programa, todo o discurso do Português Nuno Codeço é legendado... para... imaginem lá... Português!!! Essa situação é estranha, mesmo eu admitindo que existem algumas diferenças na terminologia do Português original com o Português do Brasil. Mas, acho que nos conseguimos entender bem... não me lembro de ver a Tieta, Pedra Sobre Pedra ou o Sassaricando com legendas... e sempre percebemos muito bem a história.

Mas agora o que realmente me deixou... vá... irritadito... foi um dos jurados do programa, o chefe francês Érick Jacquin, que me pareceu já estar erradicado no Brasil há algum tempo, a confrontar o concorrente Nuno Codeço com a seguinte questão: "Cinco anos no Brasil e nem fala Português ainda?". Perante esta pergunta... vá... parva... o concorrente fica um pouco abananado e acaba por não responder.

Vejam o vídeo:

"Masterchef Brasil" legenda concorrente... por manieutzinger




Vá lá monsieur Érick Jacquin, não seja... vá lá... tótó, porque essa mesma língua que monsieur estava a falar, e mal, é o Português e, pasme-se, oriundo de... Portugal!! E, monsieur, por acaso nunca lhe passou pela cabeça que um concorrente de Portugal poderia estar a falar... sei lá... Português??

Será que monsieur Érick Jacquin sabe a língua que se fala em Portugal? Sabe sim... quanto mais não seja porque o Éder meteu-lhes o Português bem na cabecinha. Portanto parece-me ser só falta de sabedoria mesmo... coitadito!!

Monsieur Érick Jacquin, um conselho, deixa-te ficar na cozinha envolto em tachos e panelas a fazeres as tuas comidinhas gourmet, porque aí estás bem e ninguém tem que ouvir a tua manifesta falta de cultura... e sobretudo ninguém tem que ouvir esse teu Português tão mal falado, Português esse, que o concorrente Nuno Codeço, esse tal que nem Português sabe falar, te poderia ensinar um dia enquanto aprendias, também, a fazer um croissant como deve ser.

Au revoir et un baiser.
Images

Esculturas religiosas da Vista Alegre... diferentes!!

Ora cá vai a minha primeira postagem de 2017! Espero que este ano traga mais alguma dinâmica aqui a este blogue, e sim, vou tentar torná-lo mais sério!!

Deparei-me ontem com este fantástico tema, as esculturas com temas religiosos da prestigiada marca Vista Alegre.

Vou abordar dois destes trabalhos da Vista Alegre, cujas esculturas se centram na imagem de Nossa Senhora. E logo num ano em que o Papa Francisco virá a Portugal e ao Santuário.

Primeiro item:
Escultura "Nossa Senhora" em Cristal pelo valor de 128€

Segundo item:
Escultura Nossa Senhora em Biscuit pelo valor de 45.20€


Bom... hummmm... este tema já tem criado alguma polémica por aí. 

O primeiro item, bem, acho que pouco mais há a acrescentar, a imagem fala por si só... certo?

O segundo item, bem, até pode ser a minha mente deturpada a funcionar... mas... parece-me... sei lá... ahhm já sei... parece-me isto:

... uma escultura que já tinha visto publicada algures pela net!!!

Eu não disse que em 2017 este blogue ia ser mais sério? Cá está a prova...


Images

Shin Chan - A bonecada digna do Panda XXX

Olá amiguinhos! Hoje vou voltar a escrever aqui no meu cantinho do mundo da blogosfera.

Fui surpreendido, e muito, com uma publicação que vi no Facebook sobre uma bonecada infantil/juvenil que passa no canal Panda Biggs que se chama Shin Chan.

Bom, estamos a falar de um canal para crianças e jovens e que supostamente deveria ser, no mínimo, educacional.

Pois bem, mais do que palavras... eis do que se trata:



Ora bem... isto até teria piada se não fosse de facto realidade e não tivesse passado mesmo num canal para crianças. 

A personagem Shin Chan anda alegremente a mostrar o seu "rabinho"... e até aí não fico chocado... afinal de contas são apenas duas nádegas ao léu... e sim, a mim às vezes também me apetece andar a correr a mostrar o "rabinho".

O que acontece depois é que já não é tão engraçado, três enfermeiras a arreganharem o "rabinho" do Shin Chan e a admirarem o... local onde a luz do sol não chega... da jovem personagem. "Mas que ânus tão bonito" exclama uma das enfermeiras... e vai daí... uma outra enfermeira toca de enfiar o dedo... ou dedos... no dito cujo "tão bonito" da personagem. E acho que todos estamos de acordo, não ia ser agradável estar na pele do Shin Chan... há coisas que foram feitas para ficarem para sempre escondidas da penumbra, e sendo que o Shin Chan ainda não tem idade para exame à próstata... fica mal mostrar aquilo.

Sinceramente não sei onde os produtores queriam chegar com esta cena... nem os valores que queriam transmitir... mas foram profundamente infelizes. E o senhor Panda, não querendo estar a defender a censura (porque senão eu perdia o emprego como blogger), deveria ter um pouco mais de sensibilidade e não colocar este episódio no ar... porque pode dar a ideia nas crianças de uma atitude daquelas ser normal.

O Panda Biggs não é um canal de ciências médicas para se ensinar os princípios de um exame à próstata... nem é um canal XXX, onde cenas dessas acontecem, e não é que eu veja, apenas me contaram que é assim!!!

Vá... cortem lá isso... ou passem a bonecada para o Venus, outro canal que eu não conheço... mas que me dizem que há muitos rabinhos em cena!!


Images

Taxistas VS Certos senhores que conduzem um táxi

É, sem dúvida, o assunto do momento, a manifestação de ontem, 10/10/2016, de taxistas em Lisboa. Confesso que fiquei acordado até às 03:00 ligado aos canais de informação para saber como acabava a manifestação.

Primeiro ponto, considero os táxis um meio de transporte fundamental em qualquer cidade, sobretudo se estivermos a falar de grandes cidades. É cómodo e somos transportados por pessoas que conhecem bem as estradas e ruas da cidade.


Bom, para começar vou dividir a classe dos táxis em dois: Taxistas e certos senhores que conduzem um táxi.

Os taxistas são profissionais bem formados que cumprem a sua função de transporte de passageiros em segurança para qualquer lado da cidade, longe ou perto da praça de táxis, e que o fazem com transparência, sem arranjar caminhos mais longos nem adulterar tarifas. O cliente paga o serviço sem haver margem de dúvidas de que foi bem servido.
A esses profissionais é legítima a reclamação e a manifestação de ontem, se a Uber/Cabify querem fazer concorrência, são bem-vindos, mas cumprindo com os mesmos requisitos que se exigem a estes motoristas de táxis. Aliás, acho que nenhum português coloca isso em causa, todos somos a favor que a Uber/Cabify deve cumprir com os mesmos requisitos que os táxis estão obrigados.

Os certos senhores que conduzem um táxi são os outros, os tais que todos sabemos como são e que ontem voltaram a mostrar todo o seu charme para todo o país ver. Pessoas sem formação, rudes, violentos mesmo, que enganam clientes indo pelo caminho mais longo, que mudam tarifas, que cobram a mais na bagagem, que se recusam a fazer caminhos curtos, que são antipáticos, que vandalizam carros da Uber/Cabify e que ficam à porta de uma bomba de gasolina a insultar gratuitamente os motoristas da concorrência.
A estes, a reclamação não posso admitir... porque a razão que lhes assistia, deixaram de a ter. E como eu, assim pensam muitos portugueses. Os dirigentes das associações de taxistas afirmaram que o povo tinha ficado com uma boa imagem da classe... pois bem... eu acho que foi precisamente o contrário, e hoje só leio revolta dos portugueses ao que se viu ontem.

Sim, é verdade, a Uber/Cabify tem que cumprir com o que cumprem os motoristas de táxis, e pagar os custos a isso associados. Mas a "instituição" táxi em si ficou parada no tempo, não evoluiu e agora está a sofrer as consequências destas novas plataformas electrónicas. Sinais dos tempos... que o diga a Nokia por exemplo...


Para os certos senhores que conduzem um táxi, nada tenho a dizer, para os taxistas o conselho é: Continuem a ser sérios no trabalho e vão à luta com as mesmas armas da Uber/Cabify, um serviço de qualidade e transparência... que se crie uma aplicação "Táxi" com as mesmas funcionalidades da concorrência... verão como tudo mudará. Eu pessoalmente não faço questão de viajar em grandes carros modernos... pode muito bem ser um carro com 10/15/20 anos, desde que o serviço seja bom e em segurança.
Images

Um Português pela Noruega.

Olá!! Ok, tenho andado um pouco, bastante, distanciado do meu blogue. Como já afirmei diversas vezes, escrevo quando me apetece... e não me tem apetecido. É isso.

Hoje regresso com uma das rubricas que mais gosto: As "Crónicas da Xinamarca". Sim, depois de ter andado arredado das viagens ao estrangeiro há dois anos, eis que no passado mês de Setembro tive a oportunidade de voltar ao activo... destino... Noruega!

Pois bem, a Noruega, mais conhecida em Portugal por ser o país do bacalhau, é um país muito grande em comprimento e pequeno em largura... vá... é um país magrinho digamos assim. Tem cerca de 5 milhões de habitantes e a capital é Oslo.


Estive duas semanas completas e um fim de semana por terras norueguesas, numa cidade chamada Bodø que fica um pouco mais a norte do centro do país. Bodø, do condado de Nordland, é a 14ª cidade mais populosa da Noruega com 35.070 habitantes, uma cidade relativamente pequena portanto.
A unidade monetária é a Coroa Norueguesa (NOK) e fazendo um câmbio para o Euro temos que 1 Euro equivale a quase 9 NOK.
Os noruegueses têm um estilo de vida muito nórdico, ou seja, entram cedo ao trabalho (07:30) e saem cedo também (15:30). Depois fazem as suas comprinhas, tratam dos assuntos, vão para casa, jantam muito cedo e deitam-se. Sair à noite para se divertirem, só mesmo à sexta e sábado... bem diferente do que encontrei na Holanda por exemplo.

Talvez por ser uma cidade pequena, mesmo à sexta e ao sábado à noite tudo era muito calmo e sereno, terminando toda a diversão às 03:00, ou seja, níveis baixos de refustedo. Na Islândia, outro país nórdico, encontrei noites de sexta e sábado bem agressivas, mas o caso islandês é diferente pois frequentei a capital, Reykjavik, e Bodø está bem longe de se poder comparar à capital islandesa. Talvez a comparação entre Reykjavik e Oslo seja mais justa... mas a ida à capital norueguesa fica para outra altura.


O país em si é lindíssimo, com paisagens de cortar a respiração, bem ao estilo do norte da Europa, e com fenómenos naturais que só existem mesmo neste tipo de países. No entanto tenho que referir que só explorei a zona em redor de Bodø, pois o tempo era escasso para grandes aventuras fora da região de Nordland... na Noruega tudo é longe de tudo!! Por exemplo, a maior cidade perto de Bodø, Tromsø, distava uns simpáticos 700 Kms!!  


Mas atenção meus amigos e amigas... não se estiquem muito na Noruega... porque os preços praticados neste país não são nada amigáveis para a carteira portuguesa! Uma pequena lasanha numa pizzaria fica por 18€... uma cervejinha fica por quase 9€! Portanto, toca a apertar o cinto e não esticar muito senão lá se vai o orçamento!

Já que falo de dinheiro, bom, aqui podem bem usar o típico Multibanco português Visa Electron, funciona em todo o lado, lojas, cafés, bombas de gasolina e, claro, multibancos.


Curiosidade dos noruegueses, foi o país onde vi o maior número de carros eléctricos. Arrisco mesmo dizer que, no centro de Bodø, o rácio era de 50/50 entre carros eléctricos e os normais de combustão. E esta???


Resumindo: É um país muito evoluído e com excelente qualidade de vida, é caro é verdade, mas que dá vontade de descobrir mais e mais... porque para todo o lado que olhamos ficamos maravilhados com a paisagem. Mas também afirmo o seguinte, em termos de fenómenos naturais visíveis e paisagens de deixar a boca aberta, a Noruega é fantástica... mas ainda fica atrás da incrível e única Islândia.

A ver vamos qual será o próximo destino... 
Images

Carta de Condução por pontos? Como funciona isto afinal de contas???

Sim, é verdade, a partir do próximo dia 1 de Junho de 2016, próxima quarta-feira, as cartas de condução passam a ser pontos. É tipo um jogo muito engraçado em que o objectivo é não chegar aos zero pontos... senão... saímos do jogo!

Como funciona isto afinal?

A partir de 1 de Junho vamos todos ter 12 pontos... se fizermos muita azelhice ao volante vão-nos sendo descontados pontos... e se chegarmos aos zero pontos... ficamos sem carta... e só passados dois anos podemos voltar a tirá-la.


E como funcionam os pontos?

Se as contraordenações forem graves podem tirar 3 ou 2 pontos, dependendo da contraordenação que for. 
Tiram 3 Pontos: Condução alcoolizado, excesso de velocidade e ultrapassagens em zonas de passagem de peões e velocipedes.
Tiram 2 pontos: Restantes contraordenações classificadas como graves.

Se as contraordenações forem muito graves podem tirar 5 ou 4 pontos, dependendo da contraordenação que for. 
Tiram 5 Pontos: Condução sobre efeito do álcool ou substâncias psicotrópicas e excesso de velocidade.
Tiram 4 pontos: Restantes contraordenações classificadas como muito graves.

Se a contraordenação for classificada como crime rodoviário, tira 6 pontos


Mas isto não é sempre a descontar malta, também há a possibilidade de ganhar uns pontinhos!!! 

Se estivermos 3 anos sem qualquer tipo de contraordenação, ganhamos 3 pontos.
Se a cada renovação da carta não tivermos nenhum crime rodoviário e frequentarmos uma acção de formação voluntariamente, ganhamos 1 ponto.
Bom, espero que tenha sido uma postagem útil.

P.S. - E se não formos nós a fazer as azelhices... mas o próprio carro? Como fica isso? O IMTT não pensou nisso com toda a certeza. Sendo assim...
... oh Michael Knight... cuidadinho aí com o Kit que ele pode tramar-te!!!