Images

Mudasti no dicionário Português? Mas está tudo estupidamente parvo???


A minha primeira questão antes de começar isto tudo é a seguinte: Mas alguém ouve dizerem "Mudasti" no dia-a-dia??? Eu pessoalmente não ouço! Nunca ouvi!

Mas que raio de estupidez é esta meu Deus? Um empresa inventa uma ridícula publicidade com uma ridícula palavra e depois vem com esta conversa de um manifesto para colocar Mudasti no nosso dicionário? Mas que raio de país é este que vai nestas conversas???
E o pior disto tudo é o parvinho do Zé Portuga que acha um piadão a estas coisas e lá vai assinar! Se fosse um manifesto contra as portagens das SCUTS, um manifesto contra a roubalheira dos preços dos combustíveis, um manifesto contra os maus tratos dos animais ou um manifesto contra as touradas aposto que não conseguiria mover tantas pessoas... mas esta estupidez do Mudasti já consegue.

Mas será que ninguém vê estas coisas? Para além de andarem a brincar com uma das mais ricas línguas do mundo, senão a mais rica, andam a fazer-nos perder tempo em manifestos sem qualquer nexo e sem qualquer fundamento. Acorda Zé Portuga... deixem-se desta autentica estupidez e parvoíce inventada por uma empresa que em vez de gastar dinheiro nesta publicidade poderia utiliza-lo em causas nobres. Haja paciência...

Comentem como se não houvesse amanhã... ou serei o único que está indignado com esta situação do Mudasti???

9 comentários:

INES N. disse...

Não, não és o único. Eu também acho uma perfeita estupidez. Qual seria a definição no dicionário para esta, digamos, "palavra"? Segundo o manifesto é o seguinte: "Mudasti:
Português, expressão idiomática, o mesmo que “muda de iced tea (trad: muda de chá
gelado)”. Imperativo, 2ª pes. sing.. No sentido lato: muda algo na tua vida; evolui; muda as
tuas ideias; corta com o passado; persegue os teus sonhos; mantém uma atitude positiva." E acrescentam ainda : “Chegou o momento de impor uma nova ordem lexical!A palavra Mudasti merece uma chamada no dicionário. Trata-se de uma palavra que se impôs no léxico da nova geração e cujo significado já está enraizado na cultura popular portuguesa.Como novo termo do Português moderno, Mudasti começou a ser utilizado em 2005, a partir de um repto publicitário que incitava todos os portugueses a mudar de iced tea (chá gelado).Rapidamente os portugueses se apoderaram da palavra, encontrando nela a definição ideal para incentivar a mudança de um modo geral. Uma palavra curta e facilmente memorável, que se tornou um incentivo para abandonar um passado pouco memorável e agarrar um futuro digno dos sonhos de cada um. Hoje, são imensas as palavras insignificantes, com sentidos imperceptíveis, como “opidano”,“ingresia” ou “exaurir” que se mantêm presentes nos dicionários da Língua Portuguesa. Ao mesmo tempo, encontramos nos mesmos dicionários palavras que há muito gostaríamos de ter deixado de utilizar como “crise”, “imposto”, “desemprego” ou “pobreza”.
Exigimos justiça.
Se palavras como estas têm um espaço no dicionário, MUDASTI merece o seu lugar!
Junta-te ao Movimento Mudasti no Dicionário e ajuda-nos a fazer justiça.
É um imperativo moral e linguístico."

Há tantos assuntos importantes com que nos preocuparmos e dizem que isto é um imperativo moral... O que vale é que isto não vai dar em nada (acho eu!).

jiboia disse...

Gosto mais do cachinar,ehehhe...tens razao, que metam o mudasti em qualquer sitio, menos no dicionario. Juizo é o que eles precisam..ou de mudasti nesse cerebro!!!

Márcio disse...

Isto é de fato uma grande estupidez, como vamos caraterizar um povinho que mete palavras estúpidas no dicionário minha gente! Só mesmo de pessoal ignorante! Para mim, tem menos valor que aqueles caras que mudam a sua linguagem para a de uma antiga colónia para ser mais legal a comunicação entre eles né gente?

(Comentário escrito ao abrigo do novo acordo ortografico)
;D

Mani disse...

Hahahahaha! muito bom Márcio! excelente!

Rita disse...

Não ouço nem digo. É simplesmente ridículo!

rogério disse...

esta fantástica campanha publicitária; fantástica, porque na verdade, põe muita gente a falar sobre a marca, e bem ou mal, importante é que se fale, merecia era uma manobra do povo à altura: mais do que movimentos contra, muito bom mesmo, seria uma ausência completa ou o mais próximo possível disso, do consumo do produto em questão e de outros da marca. quando se deparassem com o baixíssimo volume de vendas, como reação dos consumidores a esta ridícula proposta, no fim, perguntaríamos nós à nestea: "mudasti"?! e já agora, a marca diz que a palavra impôs-se "no léxico da nova geração e cujo significado já está enraizado na cultura popular portuguesa." e isto desde 2005. mas quem, raio, utiliza isto? não me recordo, nestes cinco anos, de ouvir esta magnífica palavra utilizada socialmente, e tenho percorrido o país todo com frequência. enfim, meus amigos da causa, há outros ice teas! vamos mudari?

Magas disse...

Este NESTEA não vale um chavo é muito doce e nada refrescante. Espero que este golpe publicitário não dê em nada, por que senão o resultado vai ser ficarmos com uma palavra no dicionário que ninguém usa, e um chá que irá sair do mercado porque não presta.

Anónimo disse...

Também Acho muito ridiculo este anúncio, quererem nos impingir a beber a marca deles em vez da outra , e quererem nos fazer ver que todo o mundo já mudou só nós é que continuamos a viver no passado. Pior ainda foi essa de querer por uma palavra idiota no dicionário da lingua Portuguesa e também , como se toda a gente em Portugal é que o quisesse ...

Anónimo disse...

O Rogério deve ser publicitário da Nestea